Uma questão de elétrica ou um teste de elétrica para empresas que podem estar no processo seletivo para uma vaga de eletricista industrial, eletricista montador, eletricista de montagem eletromecânica ou eletricista predial. A prova para vaga de eletricista pode ter uma parte teórica composta de prova escrita e também um prova prática para eletricista.

No teste de elétrica industrial uma questão é identificar o problema elétrico e dar uma solução, podendo ser a leitura de um diagrama elétrico ou a montagem de um painel elétrico, com barramento de espera e barramento de derivação.

Existe prova para eletricista de manutenção, prova para eletricista industrial, prova para eletricista montador e até mesmo prova para auxiliar de eletricista.

BITOLA do cabo maior que o CONECTOR. Resolvido em MENOS de 4 minutos

https://www.youtube.com/watch?v=uMrE9AYal-c&t=3s

Dentre os objetivos deste vídeo, destacamos:

  • Como resolver uma questão de processo seletivo para eletricista.
  • Conteúdo que pode ser cobrado em processos seletivos na área de elétrica.

Temas abordados:

  • O cabo vem de longe e para evitar a queda de tensão, ele precisa ser mais grosso do que a castanha do disjuntor suporta. O que fazer para evitar os fios do cabo espanados na castanha do disjuntor?
  • Um dos fatores que devem ser observados no dimensionamento de cabos elétricos é a queda de tensão. Quanto mais longos os cabos, maior vai ser a queda de tensão.
  • Para compensar a queda de tensão é possível aumentar a bitola dos cabos, e com isso o polo do disjuntor pode não ser adequado para o cabo dimensionado.
  • O uso de terminais vai unir os fios do cabo, porém isso não resolve o problema do cabo ter a bitola maior que o terminal do disjuntor.
  • A ação de correção do problema apresentado deve ser feita no terminal do borne do disjuntor, ou seja, na castanha do disjuntor.
  • Existem disjuntores em que é possível trocar o terminal do borne ou mesmo retirar este terminal.
  • A segunda opção seria retirar o terminal do borne e conectar o cabo diretamente com um terminal olhal. Porém esta opção só é possível se o furo do borne aceitar o parafuso que garante a pressão adequada ao terminal olhal.
  • Uma terceira opção é retirar a castanha do polo do disjuntor e utilizar um barramento de espera com a furação adequada para o terminal olhal e para o parafuso.
  • Esse tipo de questão é usada em processo seletivo! Observe que neste caso a questão não envolve cálculo, e sim conhecimento na área.

Partes em destaque neste vídeo:

  • 00:34 – O padrão de entrada é uma caixa de medição com proteção através de disjuntor.
  • 01:39 – Em um processo seletivo na área de elétrica conhecer novas tecnologias pode ser um grande diferencial.
  • 02:23 – Existem vários testes em cabos e componentes para mostrar a efetividade das instalações elétricas.

Lista de vídeos similares:

DISJUNTOR aberto e caixa moldada, você CONHECE?

https://www.youtube.com/watch?v=pTljnhd9_j8

O que deu ERRADO? Teste real causou CURTO-CIRCUITO

https://www.youtube.com/watch?v=wbkIrxEwzfk

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)