O eletroduto corrugado também é conhecido como mangueira para cabos elétricos, pode ser chamdo de eletroduto flexível e existe o eletroduto rígido feito de alumínio, ferro ou PCV. As marcas mais comuns de eletroduto é Kanaflex, Krona, Spiraflex, Tigreflex, Amanco e etc.

Os eletrodutos são responsáveis por armazenar e proteger os cabos elétricos. O tamanho mais comum de eletroduto é o eletroduto flexível de 3/4″ e o eletroduto flexível 1/2″. O eletroduto corrugado tem um limite de cabos que podem ser passados dentro dele! Neste vídeo abaixo Mundo da Elétrica explica sobre a quantidade máxima de cabos em um eletroduto.

Quantos cabos cabem em um ELETRODUTO?

Dentre os objetivos deste vídeo, destacamos:

  • Como analisar a ocupação do eletroduto e quais as regras.
  • O que são taxas de ocupação e fator de correção por circuitos.

Temas abordados:

  • Quando o tema é projetos elétricos, uma dúvida super comum é quantos circuitos eu posso passar no mesmo eletroduto? Tem quantidade máxima?
  • Calor é um fator muito importante nas instalações elétricas! À medida que o calor vai aumentando dentro do eletroduto a capacidade de corrente dos cabos ali dentro vai diminuindo.
  • A norma NBR5410 tem tabelas utilizadas para correção da capacidade de condução de corrente de acordo com a quantidade de cabos dentro do eletroduto.
  • A norma fixa o espaço máximo do eletroduto que pode ser ocupado.
  • Quando uma instalação está sendo feita, é importante pensar também na necessidade futura do aumento de circuitos, deve ser fácil passar ou retirar novos cabos de dentro do eletroduto.

Partes em destaque neste vídeo:

  • 00:24 – O calor é o inimigo maior das instalações elétricas deve ser evitado o calor desnecessário nos circuitos e dentro dos eletrodutos.
  • 01:02 – Dimensionar cabos e simples se fácil e pode ser feito em 5 passos simples.
  • 01:54 – É preciso ficar atento a taxa de ocupação dos eletrodutos.

Lista de vídeos similares:

Tabela para dimensionamento de eletrodutos!

ELETRODUTO pega FOGO? Sua casa corre PERIGO? Testamos o eletroduto!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)