INCÊNDIO, como evitar

Escrito na categoria "Automação e comandos elétricos" por Herique Mattede.

Sistema de combate a incêndio, como funciona? Quais as peças que compõem o sistema de alarme de incêndio. O uso de detector de fumaça, sprinkle, alarme de incêndio e central de alarme de incêndio formam o sistema de combate a incêndio. Várias são as empresas que fabricam sistemas de alarme de incêndio, como a SEGURIMAX, INTELBRAS, KIDDE, COOPER, ENGESUL, EZALPHA e várias outras.

O detector de fumaça não é um sprinkle ou aspersor de água, o detector de fumaça apenas envia um sinal quando a presença de fumaça no ambiente. Mundo da Elétrica mostra como funciona um sistema de combate a incêndios no Canadá e falar sobre vários detalhes sobre sistema de incêndios.

Vídeo sobre Como evitar INCÊNDIOS.

Dentre os objetivos deste vídeo, destacamos:

Abordamos os seguintes itens no decorrer deste vídeo:

Partes em destaque neste vídeo:

Outros vídeos que complementam este assunto:?

? Sistemas de detecção e ALARME de INCÊNDIOS ?‍?

Segurança em OBRAS como NUNCA viu!

Sobre o autor

Autor Herique Mattede

Eletricista desde 2006, Henrique Mattede também é autor, professor, técnico em eletrotécnica e engenheiro eletricista em formação. É educador renomado na área de eletricidade e um dos precursores do ensino de eletricidade na internet brasileira. Já produziu mais de 1000 videoaulas no canal Mundo da Elétrica no Youtube, cursos profissionalizantes e centenas de artigos técnicos. O conteúdo produzido por Henrique é referência em escolas, faculdades e universidades e já recebeu mais de 120 milhões de acessos na internet.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário